quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Tirando o Visto de estudante de línguas na Alemanha

Oiii, prospectivos estudantes de alemão no país das salsichas.

PS: ATUALIZAÇÃO DE VALORES NOVEMBRO/2016!

Hoje eu vou falar pra vocês, passo a passo, o meu processo de tirar o visto de estudante DE LÍNGUAS aqui para a Alemanha. Bom, quero explicar três pontos: 1) Esse VISTO é o de estudante de línguas, então o processo é diferente para estudantes universitários; 2) Eu tirei meu visto em Abril/2016, então se você está lendo isso muito tempo depois, por favor verifique se não mudou alguma regra; 3) Vou explicar aqui como foi o MEU processo, que aconteceu em BERLIM, tá gente? Já soube que em outras cidades menores não há a possibilidade de marcar online, mas não é tão difícil achar horário disponível. Então é bom sempre averiguar antes. 

Bom, o Brasil e a Alemanha têm um acordo que permite ao estudante tirar o Visto já dentro da Alemanha, ou seja, não precisamos passar por todo o processo no Brasil, que é muito mais caro, difícil e demorado. Como o brasileiro pode vir para a Europa por até 90 dias sem precisar de qualquer tipo de visto, apenas com o passaporte, isso facilita bastante as coisas pra gente. Só tem um porém: Se você não vier direto do Brasil para a Alemanha (se seu voo tiver conexão em algum outro país antes), é preciso ter a passagem de ida e volta, ok? Isso porque, quando você chegar na imigração, vai estar como turista, então precisa mostrar pra ele que vai voltar antes dos 90 dias permitidos acabarem. E, no final das contas, você vai acabar perdendo a passagem de volta porque não vai usar. Bom, pelo menos comigo foi assim. Comprei pela Air France: Bsb – Paris – Berlin para o dia 31.01.16 e Berlin – Paris – Bsb para o dia 17.04. Como não usei o trecho de volta, eles não me reembolsaram nadinha nadinha e alegaram que, como eu já tinh usado a ida, a volta seria perdida porque era como se as duas passagens fossem uma só.. Palhaçada, né?! Mas tudo bem!




Então, eu entrei aqui dia 01 de fevereiro e deveria sair até o dia 30 de abril. Só que, como eu já falei nesse post aqui , eu estava esperando uma resposta de uma Bolsa e, se eu conseguisse, meu visto seria outro e seria custeado pela Fundação que fornece a bolsa, então eu esperei até o último momento pra tirar meu visto até ter a maldita resposta dessa seleção. Como eu só soube no dia 25 de março, tive menos de 1 mês pra agilizar tudo, então foi meio corrido. Claro que antes de vir, eu já tinha pesquisado tudo e já sabia tudo que precisava ter, mas alguns fatores como DINHEIRO ainda não estavam totalmente definidos… Rsrs

Deixa eu falar logo que pra ser estudante de línguas aqui na Alemanha NÃO é barato! Além dos custos com o visto, com o curso e com a moradia e os gastos básicos nos primeiros meses (aqueles que você fica aqui antes de tirar o visto), ainda é preciso ter 8.600 mil euros (sim, 8 MIL E SEISCENTOS EUROS) numa conta bloqueada para provar ao Governo Alemão que você pode se manter aqui durante 1 ano. Mas vou explicar isso mais detalhadamente.


Primeiro, você precisa marcar um Termin (horário) no site doAusländerbehörde (que é uma espécie de departamento do Governo que lida com estrangeiros aqui no país). Há a opção de fazer tudo em inglês, então, por favor, façam isso! Rsrs 



Existem 2 tipos de Visto de Estudante:

1) Visto de estudante de línguas – este visto permite que você faça curso de alemão pelo período de até 1 ano, sem a permissão de trabalhar.
2) Visto de estudante de línguas em preparação para a Universidade – este visto permite que você fique até 2 anos aqui, com a permissão de “mini job” (trabalho em meio período) no segundo ano do Visto. Mas veja bem: é no segundo ano do calendário. Se você tirar o visto em outubro, em janeiro já pode trabalhar. Se você tirar o visto em fevereiro, tem que esperar até janeiro do ano seguinte. E é sobre esse visto que eu vou falar, pois foi ele que eu tirei.

Para marcar o horário para esse visto, você precisa escolher a seguinte opção:




Depois, basta preencher os dados solicitados e escolher a data em AZUL, que estará livre. Pode ser que apareçam os meses seguintes sem nenhum horário azul, ou seja, como se estivesse tudo ocupado. Então, feche a página e tente novamente algumas horas depois, de preferência entre 00h e 7h da manhã (horário alemão). Faça isso até conseguir o horário.

Essa é a opção para esse tipo de visto



Aconselho vocês a marcarem esse Termin ainda enquanto no Brasil, pois é praticamente impossível achar um horário nos 3 meses que vocês terão aqui. Eu tive MUITA sorte de encontrar um horário no dia 25 de março, porque Deus tocou o site e me deu uma vaga no dia 21 de abril. Mas não corram o risco, ok? Muita gente não consegue horário e vai para a fila às 4h da manhã para serem atendidos. Eles conseguem, mas depois de passarem 7, 8, até 10 horas lá, então, evitem esse estresse.


Com o horário já certinho, vamos separar os documentos:

1) Passaporte com validade para todo o período de visto;

2) 2 Fotos 3,5 x4,5 cm:

Pode ser tirada no próprio Ausländerbehörde, em máquinas que ficam em algumas estações de metrô ou em qualquer loja de fotos espalhada pela cidade (melhor opção, porque assim não corre o risco de tirar errado nem de ficar muito em cima da hora);

3) Formulário do VISTO preenchido;


4) Prova de seguro-saúde por todo o período do visto;

Pelo que entendi, não aceitam aqueles seguros de viagem que muitos fazem ainda no Brasil. O ideal é que seja um seguro alemão mesmo, como o CareConcept (o meu) ou o Mawista. São os dois mais usados por estudantes aqui. Eu fiz ele diretamente do Brasil pelos 3 primeiros meses que ia ficar aqui como turista e, quando cheguei aqui, só precisei renovar. O bom desse seguro é que ele é descontado mensalmente da sua conta, então você não precisa gastar rios de dinheiro pagando os 12 meses de uma só vez.

5) Confirmação do Termin (horário marcado);

6) Diploma escolar/ Universitário original + tradução juramentada para o inglês ou alemão;

Se você pretende fazer um Mestrado/Pós-Graduação, precisa levar o diploma Universitário; se pretende fazer Graduação, precisa levar o diploma do colégio. Usei a tradução em inglês porque eu já tinha desde 2011 e não quis gastar de novo com o alemão. Aceitaram de boa.

7) Dinheiro para pagar a taxa do Visto;

Essa taxa quase sempre dá o valor de 60 euros, mas pode chegar até 110 euros dependendo do tempo que o Visto levar para ser emitido.

8) Carta do Banco confirmando o valor exigido presente em conta.

Agora, o valor exigido pelo Governo é de 720 euros por mês (na minha época, era 670), então se você pretende ficar 1 ano, precisa ter 8.640 euros na conta; se pretende ficar 6 meses, 4.320; e, assim, sucessivamente.

Eu abri a conta no banco Deutsche Bank, que é uma bosta, mas parece ser o único da Alemanha que faz essa conta bloqueada para o visto de estudante. Quando eu abri, não precisei pagar nada, mas agora existe uma taxa mensal de 5 euros para manutenção e a taxa de bloqueio da conta passou de 50 euros (na minha época) para 150 euros. E o que é esse bloqueio? Bom, basicamente o banco limita o seu uso mensal do dinheiro, ou seja, você só pode usar 720 euros por mês, seja em saques, transferências ou compras no débito. Após esse valor, a conta é automaticamente bloqueada e você não pode mais usar o dinheiro até o mês seguinte. No entanto, se você tiver mais que esse valor, você pode usar o montante excedente todo de uma só vez. Por exemplo: em um determinado mês, você transfere do Brasil 2 mil euros pra sua conta, então contanto que você tenha 720 euros para cada mês seguinte que for ficar aqui, você pode sacar os 2 mil euros de uma só vez.

PS: uma saída para essa exigência é ter um alemão (ou alguém com residência fixa aqui) que tope ser seu ‘sponsor’ dizendo que vai custear suas despesas pelo período que você ficar aqui, mas, claro, o sponsor precisa receber um determinado salário para provar que tem “extra” para custear o estudante. Infelizmente, não sei qual é o valor, porque eu não fiz esse processo.

9) Confirmação de matrícula no curso de alemão.

O curso precisa ser intensivo – 18 horas por semana. Eu estudei na Die Deutschule, que não é lá essas coisas, mas também não é ruim. O valor é baixo, então compensa no final: o mês custa 188 euros e, quanto mais meses você pagar de uma vez, maior é o desconto. Por exemplo, 6 meses saem pelo valor de 599 euros. Quando eu tirei o VISTO, já estava no 3º mês de curso, mas o que eu havia estudado até o momento não valia de nada, pois eu precisava provar que iria estudar pelo período do Visto. Como eu apliquei para o Visto de 1 ano, eu levei um comprovante de matrícula para 6 meses de curso (mas na verdade, só havia pago 3. Se você pedir, as escolas podem te dar o comprovante pelo dobro do tempo que você pagou)

Pronto, agora se você já tem tudo em mãos, é hora de ir ao maravilhoso Ausländerbehörde (que de maravilhoso não tem absolutamente nada) e esperar. Geralmente, se você tem horário marcado, eles são pontuais e, se você precisar esperar, não vai demorar mais de 30 minutos. É muito importante levar alguém que fale alemão com você porque eles NÃO falam inglês, MESMO! Chama o amigo, o roomate, o match do Tinder, mas não vai lá tentando falar inglês ok?

Outra coisa. Quando você aplica para o Visto de 1 ano, eles automaticamente te dão 2 anos de residência. Ou seja, eu tirei meu Visto no dia 21.04.2016, mas recebi até 18.04.2018, sendo que em 2016, eu poderia apenas estudar, e em 2017/2018 eu já poderia trabalhar meio período. O visto é emitido na hora.

A opção de tirar o visto aqui é boa porque você acaba ficando mais do que os 2 anos, já que tem os 3 meses “extras” como turista, mas, por outro lado, você também gasta muito mais que 8 mil euros, porque precisa se bancar nos 3 primeiros meses (moradia, alimentação, transporte) e também precisa pagar o curso a parte desses 8 mil. No total, eu acredito que tenha gasto uns 12 mil euros desde a compra da passagem até a emissão do visto no dia 21 de abril. O custo é alto e, por isso, muita gente acaba ficando aqui ilegal depois dos 3 meses, mas eu não aconselho de forma alguma essa alternativa. Sugiro que, caso a grana esteja curta, vocês tirem o visto de 6 meses, que exige um valor menor, e nesses 6 meses tentem arrumar mais dinheiro para prorrogar o visto aqui. Sei que não é fácil, acreditem!

Recentemente, troquei esse visto pelo de estudos universitários e o processo foi bem tranquilo e mais barato, custou 30 euros. 

É isso, gente. Espero que não tenha ficado confuso, porque eu sei que é MUITA informação. Mas estou disposta a ajudar no que estiver ao meu alcance e tirar dúvidas, caso eu saiba as informações. Contem comigo!

Viel Gluck für alles.

Beijokas de Currywurst,
Priscilla. 

0 comentários:

Postar um comentário