terça-feira, 19 de julho de 2016

CURIOSIDADES da Alemanha

Depois de falar sobre as coisas boas e não tão boas assim, eu quero destacar pra vocês curiosidades estranhas ou engraçadas aqui da Alemanha, que chamaram a minha atenção. Lembrando que eu sou uma nordestina bem exagerada e arretada, então tudo que eu vou descrever abaixo foi a MINHA reação nas experiências que eu tive, nada disso foi pesquisado na internet, tudo foi visto ou vivido.




PROPAGANDA

O mercado publicitário na Alemanha é o mais estranho e cômico que já vi na vida. As propagandas fixas que ficam em outdoors, paradas de ônibus ou no metrô são uma comédia, e utilizam com frequência o humor para divulgar o produto que querem vender. Mas vamos combinar que o alemão tem um senso de humor um tanto quanto esquisito, então os resultados são tão impróprios que chegam a ser engraçados.

Por exemplo, houve uma campanha há uns 2 meses com diversas propagandas diferentes espalhadas pelas estações para incentivar a ida ao ginecologista. Todas as propagandas eram estilo "desenho" criados por um web designer, ou seja, não eram atores/atrizes de verdade. Uma delas mostrava uma mulher de vestido curtinho, jogando um balde de água com gelo nas partes íntimas porque estava com alguma DST e o cartaz  dizia algo do tipo "Você terminou o namoro, mas ainda tem resquícios do seu x, né?" hahaha Isso tudo para destacar a importância da ida ao médico. Hihihihi

E olhem essa que eu vi no cinema ontem, incentivando a prevenção contra o HIV:

"Quando o filme se torna uma coisa sem importância"

Tipo...precisava disso? hahaha Acho que não, né?

Essa outra é de uma marca de colchões e desconfio que não seja de uma empresa alemã, já que está em inglês e faz ironia com os próprios alemães, chamando-os de "macios", quando na verdade querem dizer que de macios eles não tem nada, só se for na gordura! RsrsrsrsMuito boa !!

German Softness (Sure, because Germans are so fucking soft, aren't they?)


BANHEIROS

Tá apertado e precisa usar o banheiro? Abre a carteira e prepara as moedas, baby. Aqui praticamente todos os lugares cobram pelo uso do banheiro. Claro que isso não se aplica a restaurantes/ bares onde vc está como cliente, mas a  outros lugares sim! Eu já precisei pagar para usar o banheiro em Shoppings, em restaurantes/bares onde eu não estava consumindo nada, banheiros químicos em festas open air (O lado bom é que estavam sempre limpinhos e com papel), etc. No geral, o valor é entre 50 centavos e 1 euro e você paga antes de entrar pra pessoa que estiver na porta.

Outra coisa bem diferente pro brasileiro é que os homens são incentivados a fazerem xixi sentados (acho que por causa da questão da higiene, sei lá) e isso é bem sério pra algumas pessoas. Olha essa foto que postaram no grupo dos Brasileiros em Berlim.



FUMANTES

Aqui muuuuita gente fuma, de todas as idades (Vejo com frequência boys de 15 anos e velhinhos de 80 fumando lindamente), em todas as estações do ano (esteja frio ou calor) e o pior: na sua cara! :) Isso mesmo, a galera sopra a fumaça na sua cara como se fosse a coisa mais natural do mundo, na escada do metrô, na parada de ônibus (Detalhe que não pode fumar nesses 2 locais, mas eles não estão nem aí), ou apenas andando na rua. Parece que você é OBRIGADO a conviver com a merda da fumaça "nicotinada" do cigarro alheio. Além disso, não só na rua, mas quase todos os bares e boates permitem que você fume dentro (poucos têm uma área específica de fumantes), ou seja, te prepara pra fumar passivamente por aqui. Detalhe que o cigarro aqui não é barato, uma carteira com 20 custa uns 6 euros, o equivalente a uma refeição num restaurante mais simples, ou 2 passagens de transporte público, ou 12 cervejas de 500 ml cada no supermercado. Imagine se fosse barato.


ESTRUTURA PRO VERÃO

Berlim é uma cidade sem a mínima estrutura para o verão. Tudo bem que os dias muito quentes aqui não são tão comuns, mas eu peguei dias de 30, 33 graus e foi muito difícil fazer as coisas na rua. Poucos lugares aqui dispõem de ar-condicionado e eu, que sou muito calorenta, sofro pra ca-ra-lho. Dei logo conta de comprar meu ventiladorzinho antes do verão começar pra não correr o risco de ficar sem. Mas foi difícil até assistir aula porque a sala estava derretendo; pegar o trem, então, foi quase um sacrifício para os Deuses, muito abafado, sem vento, e bastante quente; restaurantes e bares também ficam ruins, porque do lado de fora bate o sol forte até 20h, do lado de dentro está um forno, e PIOR que a cerveja daqui não é nem de longe na temperatura da nossa cerveja de boteco brasileiro, ela vem apenas "fria" e não serve pra refrescar se tiver muito quente; mas o pior pra mim foi a academia, que virou praticamente uma sauna e ficou muito difícil de malhar porque estava muito úmido e muito muito MUITO quente. Graças a Deus, alguns os ônibus e Trams têm ar-condicionado (UFA!) e as lojas também,  ou seja, corre e entra numa C&A só pra refrescar. Rsrsrs


ACADEMIA

Falando em academia, algumas coisas me chamaram a atenção na academia onde eu malho. É comum  alguns homens TIRAREM O SAPATO pra fazer alguns exercícios e malharem descalços... Hum? Não entendi até hoje o porque disso... Rsrsrs Alguns ficam com as meias e saem carregando o tênis quando mudam de aparelho, outros tiram tudo e ficam lá empurrando o Leg Press com 100kg de cada lado DESCALÇOS, vai entender! Ah, e é comum também ver homem malhando perna, aqui eles se preocupam mesmo com isso, e quase todos passam pela barrinha do agachamento e pelo Leg Press pelo menos 1x na semana. Além disso, na academia onde eu malho, que é uma rede que tem na Europa toda e é bem barata, não tem professor pra nada, nem pras aulas de aeróbico ou spining. É tudo feito a partir de um telão na parede, onde o "professor" geralmente está malhando na praia e os aluninhos seguindo o que ele faz pela TV. Engraçado, né?

Olha a decoração dessa, que massa! Academia estilosa aqui em Berlim, rsrs



INSETOS

Genteee do céu, eu quero falar sobre os insetos aqui nesse país. PRIMEIRO DE TUDO: Aqui não tem barata. De nenhum tamanho. Em nenhum lugar. Eu JURO. Nunca vi umazinha sequer nesses 6 meses que estou aqui (e já peguei inverno, primavera e verão, então se fosse algo de estação, já teria aparecido). Não importa o quão sujo esteja o lugar, não vem barata. É a coisa mais linda do mundo. SEGUNDO: Aqui tem cada mosca que parece que foi modificada geneticamente, sem zoeira. Algumas são verdes e do tamanho do meu nariz (exagera não a menina..rsrs) e  enchem a porra do saco, zanzando infinitamente no quarto. Grrr. TERCEIRO: No verão, aparecem uns mosquitos de frutas, sabem aqueles pequenininhos que logo morrem mas se reproduzem mais rápido que o Mr. Catra? Pois é! Tive que tirar TODAS as frutas da cozinha e colocar tudo na geladeira, fora comprar venenos e produtos pra me livrar deles porque estava parecendo a invasão dos mosquitos frutíferos. Detalhe: eles ainda estão lá. Um horror do jeito que nunca vi no Brasil!

Armadilha pros infelizes... :(



CACHORROS

Cachorro também é gente, ok? Rsrs Pelo menos esse é o lema na Alemanha. Esses animais são muito respeitados e queridos pelos alemães e também pela lei. Eles podem entrar em praticamente todo lugar (só nunca vi em mercados, mas já vi em restaurantes, farmácia...) e são os reis do metrô. Rsrs Sempre há vários deles espalhados pelos vagões, nas suas coleirinhas com seus donos. De poodles a Husky Siberiano, já vi de tudo no metrô. Detalhe que o cachorro aqui custa caro e ainda tem que pagar imposto. Oi? Isso mesmo! A pessoa paga um imposto extra para a Prefeitura pelo animal, que deve ter um chip na coleira para fins de identificação. E, mesmo assim, eles sempre têm um lar. Eu NUNCA vi um cachorro de rua aqui, abandonado, passando frio ou fome. Pode morrer de rodar Berlim que você não vai achar.

SUJEIRA

Devo confessar que aquele "clima de cidade desenvolvida e limpa" ainda não chegou a Berlim. Ô cidadezinha pra ter sujeira. Pra começo de conversa, ninguém limpa o cocô do cachorro na rua. Coisa mais comum de ser ver é Hundscheiße espalhada por aí, na maioria das vezes é nos canteiros ou nas gramas, mas já vi muita pelas calçadas também. Se não prestar atenção, já era. Outra coisa que irrita é o tanto de cigarro no chão. A cidade inteira é banhada em bitucas de cigarro. Além disso, sempre vejo garrafa de cerveja quebrada nas estações ou comida jogada no chão. Já presenciei várias vezes pessoas simplesmente jogando o lixo na rua, em vez de esperar encontrar uma lixeira. Quem me conhece sabe o quanto isso me irrita e me deixa enojada, por isso sempre faço uma cara feia, mas geralmente não adianta de nada! Hihihi Importante frisar que sempre que eu VI alguém jogando lixo na rua, a pessoa não parecia ser alemã. Aí você vai dizer "Ah Priscilla, então você tá dizendo que só imigrante polui a rua." CLARO QUE NÃO, gente! Tô falando que as MINHAS experiências foram essas, eu sempre reparo nisso pra formar uma opinião na minha cabeça, e o que eu percebi foi isso. Alemão no geral não é o povo mais limpo do mundo não, mas a cidade ainda é mais limpa do que Paris, diga-se de passagem.


Apesar de tudo isso, a Alemanha é um país super preocupado com a reciclagem do lixo e aqui tudo é separado por papel, vidro branco, vidro marrom, plástico, orgânico, etc. Não são todos os bairros, mas em alguns lugares, há multas para quem não colocar o lixo corretamente em cada lixeira do prédio e o gari pode, inclusive, se recusar a levar.


Tem mais coisa, mas tô com preguiça de escrever mais, acho que já tem informações suficiente por aqui. Rsrs

Não se esqueça de se inscrever no blog para receber atualização de todos os novos posts e movimentos aqui do site! :)

Beijos,
Pri.



0 comentários:

Postar um comentário